Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 29 de maio de 2010

COMO MONTAR UMA RECICLADORA

Primeiros passos:


Escolher uma área onde se possa estocar grande quantidade de material para separação. Nessa área deve haver disponibilidade de água e energia elétrica (trifásica).
A área deve ser de mínimo 200m2, deve estar coberta, protegida do sol e da chuva.
O local deve estar livre de restrições quanto a barulho e odores, preferencialmente sem vizinhos.

Estas são as condições mínimas para se montar uma reciclagem, caso não possa atendê-las, é melhor abandonar o projeto.


Eu já tenho tudo isso. E agora?


Digamos que você queira montar uma cooperativa onde as pessoas levarão os materiais até seu depósito. Assim, haverá a necessidade de pesá-los, e conseqüentemente isso implica na utilização de uma balança adequada ao volume que será pesado.
Depois de pesados, você terá que separar os diferentes tipos de plásticos (polietileno, polipropileno, ABS, poliestireno, PET, PVC, etc.). Para isso precisará de pessoas que saibam diferenciá-los.
Não se esqueça que existem categorias entre os diferentes plásticos que também têm de ser separadas, ou seja, há polietileno de alta e baixa densidade, de injeção, de sopro, de filme, extrusão, etc.
O PVC é encontrado também nos diversos tipos de processo (injeção, sopro, filme, extrusão, etc.), e com várias durezas. E o mais importante, o estado de conservação do material. Não adianta nada misturar dois plásticos iguais se um estiver muito sujo ou degradado, melhor dito, não adianta separar materiais sem usar bom senso.
Segue adiante uma tabela que ajudará na separação dos diversos tipos de plásticos:
IDENTIFICAÇÃO DOS PLÁSTICOS PELA QUEIMA

Nenhum comentário:

Postar um comentário